As diversas Umbandas

Saudações caros irmãos, leitores deste espaço. Devido a tantos questionamentos que recebemos a cerca do assunto, resolvemos fazer algumas colocações, esclarecendo algumas coisas à respeito das casas de Umbanda, e as casas mistas, onde se pratica Umbanda, mais um ou dois rituais de diferentes religiões afro dentro do mesmo espaço físico, mas o que é bom esclarecer, é que cada uma é uma religião diferente, e não se misturam, apesar de uma poder conter traços da outra.
Aqui no Rio Grande do Sul, em verdade vemos poucas casas que praticam somente a Umbanda, ou somente Batuque, normalmente são casas mistas, que praticam mais de uma religião afro no mesmo espaço físico. Claro que este fato em si não causa prejuízos para o templo, nem para as diversas religiões praticadas no mesmo espaço, desde que não sejam misturadas, ou praticadas em diferentes horários, dias; mas o certo é que uma acaba influenciando a outra, quando não se misturam.
Apesar de a Umbanda estar no rol das religiões afro brasileiras, sabemos que a Umbanda é sim uma religião brasileira, com elementos africanistas presente em seus rituais, mas tem uma rito liturgia muito diferente das religiões afro brasileiras que praticam os rituais africanistas, ou da quimbanda, na forma que é entendida hoje, pela grande maioria dos adeptos desta modalidade ritual.
A presença africanista dentro da Umbanda, aparece no culto ao Orixá, mas aqui na Umbanda ele é diferente, ou seja, é um culto renovado, onde já se entende diferente o Orixá, que já não é mais um deus, e sim, uma divindade, o que é uma grande diferença, onde já não são mais controladores da nossa vida, e sim, potências do universo, e numa dinâmica litúrgica totalmente diferente, livre do sacrifício animal -este o ponto mais gritante- entre outras nuances que diferem a Umbanda dos cultos africanistas e da quimbanda.
Umbanda é uma religião brasileira que agrega elementos do africanismo, do espiritismo Kardecista, das diferentes religiões ameríndias e do catolicismo, o que a torna um culto de terreiro típico da religiosidade brasileira, mestiça, como todo bom brasileiro.
Acrescentamos ainda, que cada terreiro conta também com o entendimento e a formação do sacerdote ou sacerdotisa do terreiro. O que será passado a seus filhos e filhas de santo provém do chefe da casa, que tem suas convicções e sua visão do que seja Umbanda.
Então, diversas são as terreiras que praticam Umbanda, e outras religiões afro brasileiras, o que torna estas “Umbandas” mais ou menos mescladas com traços dos diversos cultos praticados na casa.
Uma não é melhor, nem pior que a outra, apenas diferem em sua rito liturgia, ficando ao agrado daquele que procura então atendimento nestas casas de religião, e de acordo com seu entendimento de Umbanda, e de acordo com sua busca do sagrado.
Em próximas publicações ampliaremos o assunto.
Um fraternal saravá a todos.

Um comentário em “As diversas Umbandas

Adicione o seu

  1. Gostei muito do blog. Partilho este programa foi ao ar na TV BANDEIRANTES há quase 9 anos atrás. Ele é cada vez mais atual e o tempo urge! Veja se você concorda.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: